Ao fazer uma busca local para procurar empresa mais próxima de sua área, o buscador do Google tem como base 3 fatores principais: a relevância, a distância e a proeminência, ou seja, empresa ou negócio que tem mais destaque no mercado. Portando, na busca local o buscador do Google pode dar mais destaque a uma empresa mais distante de sua localização devido à sua autoridade no mundo fora do meio digital.

busca-localPara as pequenas empresas que não têm o tamanho ou força para competir por suas palavras-chave em nível nacional, Local SEO é uma parte crucial no novo formato de otimização de sites para atrair mais tráfego para seu site. Muitas empresas têm como meta palavras-chave específicas locais que podem trazer visitas muito mais qualificadas. Embora uma pizzaria em Florianópolis não se importe se alguém em São Paulo encontrar o seu site através do Google, a qualificação de seu público, todavia passa pela palavra-chave: “Pizzaria em Florianópolis”. Essa é, de fato, a área onde a empresa atua e onde seu público se encontra.

Para que você consiga se destacar, separamos 10 itens que você precisa otimizar no seu negócio para poder ter mais tráfego de visitas.

1. Cadastrar no ‘Google Meu Negócio’

Para ter mais um canal de informação de sua empresa é preciso você se cadastrar no Google Meu Negócio. Geralmente, no Buscador do Google, este dado fica em baixo nos links patrocinados e pode ser um ponto positivo para empresas que não têm destaque nas buscas orgânicas do Google.

fatores-de-ranking-busca-local

2. Encontrar uma categoria para seu negócio

Na sua página do Google Meu Negócio, você precisa encontrar uma categoria que tenha relação com seu negócio. Antigamente você podia inventar a sua própria categoria, com as novas mudanças, você terá que encontrar sua categoria com uma lista oferecia pela ferramenta. Coloque no campo principal a categoria mais relevante para seu negócio, nos campos secundários não tente achar categorias que não tem muita relação com seu negócio. Encontre o que é relevante para seu negócio e lembre-se dos 3 princípios que falamos no início.

categoria-google-meu-negocio-23.Verificar se seu negócio está qualificado para o cadastro “Google Meu Negócio”

Milhares de empresas já se encontram na busca local e nas pesquisas do Google Mapas. Mas no cadastro de empresa há algumas diretrizes que são importantes observar, a saber: o Google não aceita empresas que estão em construção ou não foram inauguradas para o público; não aceita imóvel que esteja colocado para venda ou aluguel; não aceita serviços, aulas ou reuniões semanais em local que não sejam de propriedade do responsável. Portanto, não tente fazer o cadastro, mas solicite que o dono do imóvel coloque suas informações na página dele, no campo “Apresentação”. O dono do local pode compartilhar o acesso de sua página para outras pessoas, Veja mais suporte no Google Meu Negócio.

4. Confirmar sua empresa

Atualmente o Google mudou suas diretrizes para confirmar empresa no cadastro do ‘Google Meu Negócio’. Antigamente apenas com um telefone o Google enviava o PIN, um código de ativação para validar o cadastro. Agora o telefone é usado para casos muito específicos. Para muitas empresas, o PIN é enviado por cartão postal e pode demorar alguns dias até chegar via correio.

5. Cadastrar sua empresa em outros sites

Faça cadastro de seu endereço em outros sites de diretórios e classificados. Certifique-se de que você está listado em site de alta qualidade. As páginas bem posicionadas nos buscadores podem ser um indicativo de qualidade. Menções de Nome do negócio, endereço e número de telefone combinados criam uma impressão digital para o seu negócio que os motores de busca podem usar para coincidir com informações em outros lugares.

6. Recomendar citação

Os comentários positivos são um grande sinal de que seu negócio é relativamente relevante para a busca. Mas para conseguir comentários você deve criar estratégias para influenciar as pessoas a escreverem. Se um cliente está satisfeito com os serviços que você forneceu, aproveite para enviar-lhe um link da sua página ‘Google Meu Negócio’ e para obter uma avaliação rápida de sua empresa.

7. Manter endereço físico igual no seu site e no ‘Google Meu Negócio’

Mantenha seu endereço físico igual em seu site e no Google Meu Negócio. O Buscador gosta de consistência, por isso não deixe seu nome de empresa, endereço e telefone diferentes nos dois lugares citados. Combinando esses três pontos de informações, você cria uma impressão digital para o seu negócio que os motores de busca podem usar para coincidir com informações dentro de seu banco de dados.

8. Aproximar o endereço do centroide (centro de atuação)

A localização física da empresa influencia na busca local, como falamos no início do texto. É sempre mais interessante encontrar locais com boa localização. O centroide é o que o Google considera ser o centro da cidade. Quando se faz uma busca local, o Google tenta buscar a localização da pessoa e a distância com o “centroide”, mostrando, a partir destes dois pontos, os lugares mais relevantes. Não há muito controle sobre isso, a melhor dica é reforçar outros fatores, caso a empresa não esteja em um lugar mais centralizado na cidade.

9. Atribuir autoridade de domínio do site

O site com alta relevância na busca orgânica ainda é a melhor forma de otimização para busca local. Este fator, que tem vários ingredientes e um trabalho de longo prazo, possibilita melhor destaque nas SERPS de busca onde o Google traz trechos de dados locais de empresa com seus respectivos endereços. Isso acontece sempre quando o usuário digita uma palavra-chave com o nome de uma cidade.

10. Criar título da Empresa no ‘Google Meu Negócio’

Com as últimas mudanças feitas no ‘Google Meu Negócio’, o título passou a ter uma relevância muito grande, influenciando bastante na busca local. Eu vejo que muitas empresas abusam deste fator quando colocam várias palavras-chave no título, o que, no passado era feito para burlar a busca. Atualmente, convém colocar apenas 1 ou 2 palavras-chave do teu segmento no cadastro. Mas como o Google muda constantemente suas diretrizes é sempre bom ficar atento.

 

Para o ano de 2015, quando a ‘Moz.com’ fez uma entrevista com os principais profissionais do mercado de Local Search Ranking, os entrevistados argumentaram muitas coisas do que eu comentei acima. Mas houve alguns casos anômalos que eram bem interessantes. Suas respostas foram divididas em várias categorias, conforme se pode observar no seguinte top five de depoimentos para cada categoria:

 

Ranque de Fatores Orgânicos de Localização    

1. Domínio Autoridade do site;

2. Qualidade / Autoridade de Inbound Links para Domínio;

3. Cidade, Estado no ‘Google Meu Negócio’ – título da Landing Page;

4. Taxa de clique dos resultados de pesquisa;

5. Tópico (Produto / Serviço) palavra-chave relevância no conteúdo do Domínio.

 

Dados do trecho de resultados da Busca Local:

1. Endereço físico na Cidade de Pesquisa;

2. Consistência das Citações Estruturadas;

3. Adequação da Categoria Associações no ‘Google Meu Negócio’;

4. Proximidade de Endereços para o Ponto de Pesquisa;

5. Qualidade / Autoridade de Citações Estruturadas.

 

Negativo Fatores de Ranking:

1. Categoria de negócios incorreta;

2. Anúncio detectado no endereço comercial falso;

3. Incompatibilidade do Nome, Endereço e Número de Telefone cruzados com os dados coletados do buscador (seu site, classificados, diretórios, listas telefônicas etc);

4. Presença de malware no local;

5. Relatos de violações sobre a sua localização no ‘Google Meu Negócio’.

 

Fatores que fazem diferença em Mercados Competitivos:

1. Consistência das Citações Estruturadas;

2. Autoridade Domínio de site;

3. Qualidade / Autoridade de Inbound Links para Domínio;

4. Qualidade / Autoridade de Citações Estruturadas;

5. Adequação da Categoria Associações no Google Meu Negócio.

 

Fatores que Especialistas estão se concentrando mais desde o lançamento do trecho de dados locais:

1. Qualidade / Autoridade de Citação Estruturado;

2. Qualidade / Autoridade de inbound links para Domínio;

3. Quantidade de Google Comentários Nativos (com texto);

4. Consistência de Citações Estruturadas;

5. Quantidade de inbound links para Domínio.

 

Fatores que Especialistas estão se concentrando menos desde o lançamento do trecho de dados locais:

1. Proximidade de Endereços para Centroide;

2. Quantidade de Citações estruturadas (“Páginas Amarelas”, Agregadores de dados);

3. Autoridade de + 1s no site;

4. Quantidade de Ações em Google+;

5. Quantidade de Citações de Indústria domínios relevantes.

 

Para ver mais detalhes dos fatores de ranking de busca local, você pode conferir a lista completa no site da Moz: https://moz.com/local-search-ranking-factors . Se você tiver alguma dúvida, ou algo a acrescentar, por favor, sinta-se à vontade para deixar seu comentário abaixo.

5.00 avg. rating (100% score) - 5 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *