gestão monitoramento redes sociaisAo contrário do que muitos acreditam, a gestão e monitoramento das redes sociais vai além de fazer postagens na página de uma empresa. Hoje em dia, estar presente nas redes sociais é obrigatório para todas as empresas, independentemente de seus portes, e não representam mais um diferencial competitivo. É o mínimo que se pode fazer como tentativa de ganhar visibilidade dentre a concorrência.

Falamos em tentativa, porque o processo de gestão e monitoramento das redes sociais envolve muitas etapas e, quando bem feitas, podem contribuir para que uma pequena empresa acerte o passo rumo ao seu crescimento.

Com o objetivo de ajudá-lo a compreender a importância de implantar a gestão e o monitoramento das redes sociais para a sua empresa, respondemos abaixo as principais perguntas sobre o assunto. Acompanhe.

Minha empresa deve estar em todas as redes sociais?

As empresas só devem estar presentes nas redes sociais que fazem sentido ao seu segmento de negócio. Uma boa maneira de decidir é fazer uma pesquisa com o intuito de descobrir em qual rede social seu público está. Neste ponto, criar uma buying persona pode ser de extrema importância para definir as redes em que deve estar presente.

No entanto, o Facebook é uma rede social em que todos devem estar, pois sua abrangência é uma prova irrefutável de sua relevância. Além disso, o grupo de Mark Zuckerberg também é dono do Instagram e do WhatsApp e, portanto, permite uma melhor integração entre estas plataformas.

Como é feita a gestão e monitoramento das redes sociais?

gestão e o monitoramento das redes sociaisA gestão de redes sociais é feita com muito planejamento e deve estar alinhada aos objetivos da empresa. Vale ressaltar que o objetivo de ter um perfil em uma rede social não deve estar atrelado às vendas e sim, à fidelização e aproximação entre empresa e cliente.

O primeiro passo é definir uma linha editorial que vá de encontro à empresa, sua missão e seus valores. Em seguida, é preciso definir o posicionamento da marca e planejar a produção de conteúdo e a execução das estratégias.

Para o Facebook, especificamente, é preciso levar em consideração o impulsionamento das postagens e a realização de campanhas de anúncios. Tais atitudes fazem parte da estratégia de gestão, pois o alcance orgânico não passa de 1% do total de curtidas de uma página.

Como a rede social permite o impulsionamento a partir do orçamento mínimo de R$1 por dia, o ideal é que 100% das publicações sejam impulsionadas, mesmo que só por 1 ou 2 dias. Essa é a maneira mais segura e eficaz de que seu conteúdo alcance seu público dentro do Facebook.

Por que devo me preocupar com o monitoramento de redes sociais

A reputação corporativa é algo que não se pode comprar e uma atitude impensada pode provocar prejuízos quase que irreversíveis. Por isso, manter o monitoramento é a base para se ter um CRM 2.0 em pleno e perfeito funcionamento.

Dar suporte e resolver quaisquer questões iniciais com o seu público em potencial pode lhe garantir frutos rentáveis em um futuro bem próximo.

Além disso, o monitoramento permite que você mesmo possa avaliar o comportamento de sua empresa ao lidar com uma possível crise, o que lhe permite melhorar seus procedimentos e aumentar a qualidade de seus serviços.

A gestão e o monitoramento de redes sociais das pequenas empresas são medidas simples e importantes para aumentar a visibilidade de sua marca e fidelizar os seus clientes. Aposte nessas ideias.

2.50 avg. rating (50% score) - 4 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *