A internet está cada vez mais acessível, chegando aos pontos mais remotos do país, e boa parte dos usuários a acessam utilizando o celular ou o tablet e, por isso, ter um site responsivo faz toda a diferença na apresentação de sua empresa e de seu produto.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo IBGE e que teve seus resultados divulgados em abril deste ano, aponta que 31,2 milhões de lares brasileiros possuem acesso à internet. Dessa quantidade, o IBGE constatou que em 42,2% das casas a conexão é feita através de PCs, porém 11,5% usam apenas celulares e tablets para ficarem online.

Desde sua invenção até a popularidade que alcançou nos dias atuais, a conexão à internet se transformou muito e continua a se transformar. Por esse motivo, é impossível saber como a conexão será feita daqui a alguns anos e o site responsivo foi a solução encontrada para que os sites não ficassem desatualizados com tanta frequência.

O que é um site responsivo?

Site Responsive ModeloPode-se dizer que um site é responsivo quando ele se encaixa automaticamente no dispositivo que o usuário está utilizando para o acesso à internet, seja ele PC, smartphone ou tablet. O mesmo conteúdo que o usuário vê ao acessar pelo PC também poderá ser vista na tela de seu smartphone sem qualquer distorção.

Isso acontece porque o site responsivo adapta sua aparência baseado no tamanho da tela em que está sendo exibido. Por exemplo, ao ser exibido em uma tela pequena, a página se ajusta para que os itens mais importantes sejam mostrados primeiro. Nesse caso, a rolagem da página acontece apenas na vertical.

Atualmente, a tecnologia permite que um site responsivo possa ser visualizado de maneira confortável nos diversos formatos de telas, sempre mantendo as características principais do site original.

A diferença entre um site responsivo e um não responsivo

Site ResponsiveEm termos de design, antigamente bastava construir um site para ser usado no Internet Explorer com a resolução máxima de 1024×768 pixels que tudo estava encaminhado. Não era necessário ajustar aos outros formatos de conexão, pois só se acessava através do PC.

Ao usar um site não responsivo, teoricamente, várias versões teriam de ser criadas para que pudessem ser acessadas através das diversas plataformas existentes hoje em dia, ou seja, seria necessário criar uma versão mobile, outra para desktops, e assim por diante.

Rapidamente tudo mudou e hoje temos até smart TVS, com telas de 50 polegadas que acessam a internet e o seu site tem de estar preparado para acompanhar essa evolução que não promete parar tão cedo. Portanto, das menores às maiores telas, o importante é fazer com que todas as informações relevantes de sua empresa cheguem até o cliente da melhor forma possível.

Por que ter um site responsivo?

Como explicado acima, em primeiro lugar, você tem a oportunidade de ter um site só adaptável a todas as plataformas disponíveis hoje em dia, ou você terá de criar uma versão para cada plataforma existente. O ônus da segunda opção já é um bom motivo para fazê-lo mudar de ideia.

Com tantas empresas disponíveis online e como o mercado online é muito dinâmico, uma navegação difícil e antiquada pode fazer com que você esteja perdendo dinheiro!

Deixar sua empresa e o seu produto a um clique de distância de seu futuro cliente. A facilidade de acesso às informações é um grande diferencial no mercado. Os números de acessos feitos por dispositivos móveis são muito expressivos e estar disponível a esse número de pessoas podem leva-lo a fazer bons e grandes negócios.

Facilidade e acessibilidade são os dois fatores principais para sua empresa se destaque na internet.

5.00 avg. rating (100% score) - 5 votes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *