como começar uma startup 2

Como começar uma startup é uma dúvida comum entre as pessoas que têm interesse em seguir esse ramo.

É válido destacar que empresas de sucesso, como o YouTube, Uber, LinkedIn e outras, começaram como uma startup.

A chave para se destacar no mercado, levando em consideração esses pontos, é o desenvolvimento de ideias originais.

Atualmente, o empreendedorismo está em alta, e qualquer pessoa pode iniciar o seu próprio negócio.

Claro que, compreender como começar uma startup pode auxiliá-lo, principalmente se esse é o seu primeiro negócio.

Portanto, se tem uma grande ideia e deseja colocá-la no mercado, conhecer o procedimento para isso é o primeiro passo.

Como começar uma startup do zero?

como começar uma startup 2

Caso queira compreender os procedimentos de como começar uma startup, é preciso ter em mente que esse tipo de empresa é escalável e repetível.

Vale ressaltar que a maioria desses negócios são flexíveis e totalmente inovadores no mercado.

Mas para que você possa iniciar o seu projeto de como começar uma startup, as pessoas devem ter um perfil de empreendedor.

E, para que tudo saia corretamente, é fundamental que exista planejamento.

O motivo disso é simples: não existe uma fórmula mágica que os empreendedores seguem para dar início a sua startup.

O caminho para alcançar o sucesso exige esforço e dedicação total dos empreendedores.

Caso queira dar início ao seu projeto de como começar uma startup, lembre-se de conhecer algumas metodologias para esse procedimento ser correto.

Contudo, é comum cometer alguns erros nesse processo, mas os empreendedores podem corrigi-los conforme necessário.

Se você é mais um empreendedor que deseja saber como começar uma startup, conhecer o passo a passo é fundamental:

1. Defina a visão de seu produto

A maioria dos empreendedores cometem o mesmo erro: ter uma ideia e partir diretamente para o desenvolvimento do produto.

Quando uma ideia é desenvolvida, a maioria dos empreendedores imagina que está entregando um produto que atende as necessidades dos consumidores. Mas raramente essa é realmente a solução que as pessoas estão buscando.

Lembre-se que no momento que você tem uma idéia, todo o restante são somente hipóteses.

E, mesmo que você acredite em sua intuição, é errado arriscar no desenvolvimento desses produtos.

O primeiro passo é testar o seu produto: uma ótima alternativa para esse caso é pedir ajuda aos seus amigos e familiares.

Isso porque, dessa maneira, você tem uma visão confiável sobre o que está tentando realizar.

Então, para dar início ao processo de como começar uma startup, lembre-se de definir a visão de seu produto.

E, para que isso aconteça, responda às seguintes perguntas:

  • O que é o seu projeto?
  • Para quem esse produto será direcionado?
  • Que tipo de solução ele entrega para os problemas do mundo real?
  • Qual o lucro que você imagina/espera receber com a venda deste produto?

Contudo, assim que você tem a resposta para todas essas questões, você pode desenvolver a ferramenta conhecida como “quadro de visão de produtos”.

2. Defina quais são as personas

como começar uma startup 2

Depois de desenvolver o quadro de visão de produtos, o empreendedor deve partir para o segundo passo de como começar uma startup: definir quais são os seus clientes.

No entanto, na definição dos clientes em potencial, é preciso detalhar o público-alvo, segmentando em grupos.

Então, se o seu objetivo é alcançar o sucesso com esse projeto, é importante conhecer todas as informações sobre o público-alvo.

Todavia, nesse momento, é utilizado uma ferramenta conhecida como “Persona”.

De maneira geral, as “personas” são ferramentas utilizadas pelos profissionais que trabalham na área de Design Thinking.

Basicamente, a “persona” é um cliente fictício ideal para o seu negócio.

Entretanto, o primeiro procedimento é idealizar como será o seu cliente, inserindo o máximo de informações possíveis sobre o seu público-alvo.

De maneira geral, reúna alguns fatores:

  • Democráticos: Qual é o sexo, a idade, o estado civil e outras informações desse aspecto sobre o seu público-alvo.
  • Sociais: Quais são os grupos de referência do público-alvo, a posição social dele e questões sobre a família.
  • Pessoais: Qual é a ocupação do público-alvo, seu nível de escolaridade, quais são seus hobbies e estilo de vida.
  • Psicológicos: Os desafios, as motivações do público-alvo, seus possíveis problemas e outras questões relacionadas a essa categoria.

Responder essas questões é fundamental, já que essa é uma hipótese de qual o público-alvo de seu negócio.

3. Crie um plano de negócios

Primeiramente, um plano de negócios é o que guiará o empreendedor durante o processo de como começar uma startup.

Nesse momento, você descreve as seguintes informações sobre o seu negócio:

  • Produto comercializado;
  • Concorrentes dentro do segmento;
  • Quais são as suas metas pessoais;
  • Traçam as estratégias de marketing para alcançar o público-alvo;
  • Realizam quais são os cálculos financeiros;
  • Melhor definição de como o mercado se porta.

No entanto, o plano de negócios deve ser estruturado objetivando o futuro, já que os primeiros anos, serão para dar vida ao empreendimento.

Todavia, leve em consideração os aspectos que são necessários para dar início a sua startup:

  • Qual é o seu capital inicial;
  • Como você planeja obter o lucro através deste negócio;
  • Quais são os concorrentes nas proximidades;
  • Qual o tipo de estratégia que você seguirá;
  • Se a proposta que você está ofertando é exclusiva.

Todavia, depois de alguns meses de funcionamento, o empreendedor poderá analisar e ajustar essa estratégia, se necessário.

Mas, como esses são apenas os primeiros passos para começar sua startup! O mais importante você já teve, a ideia e depois a iniciativa!

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.