O Google recorrentemente atualiza seus algoritmos e sistemas para melhorar ainda mais seu refinamento de resultados para pesquisas. Uma das ferramentas mais recentes dele é o RankBrain SEO, que se baseia no aprendizado de máquina.

RankBrain SEO

Ele corresponde, então, a um sistema de inteligência artificial que trabalha em conjunto com a aprendizagem mecânica. Seu trabalho se relaciona à identificação de conceitos de pesquisa e como responder a eles de maneira correta.

Para conhecer mais sobre esse, que é considerado o terceiro mais importante critério de ranqueamento de resultados de pesquisa, continue lendo e veja tudo sobre ele abaixo, bem como adaptar seu marketing para tirar proveito dessa ferramenta.

Afinal, o que é RankBrain?

Esse é um algoritmo que o Google lançou no ano de 2015 e que veio a somar com os demais mecanismos de classificação de resultados. Em verdade, ele está menos relacionado ao ranqueamento e mais à possibilidade de encontrar respostas para buscas mais complexas.

Conforme dissemos acima, esse é o fator que ocupa o terceiro lugar de importância no sucesso de um site como resultado de busca. Assim, fica atrás apenas da qualidade de conteúdo, imprescindível, e do número e tipo de links que a página contém.

O que é RankBrain se responsabiliza, em verdade, para encontrar resultados para buscas mais complexas e até mesmo únicas. Elas se referem, geralmente, ao uso de palavras-chave específicas, em frases completas e compridas (cauda longa) e que buscam um resultado bastante pontual.

Entenda um pouco mais sobre o algoritmo

Para isso, o Google faz uso desse algoritmo que consegue, de forma automática, encontrar sinônimos para os termos que compõem a palavra-chave em cauda longa.

Além disso, possui capacidade de interpretar uma frase longa de forma completa, sem depender de cada uma das palavras ali presentes.

Dessa maneira, as buscas conseguem apresentar resultados mais positivos e não obrigam uma seleção ou ranqueamento manual. Igualmente, apresentam respostas que realmente se relacionem com o que o usuário busca.

Para isso, por exemplo, considere uma pesquisa em cauda longa que requer especificidade sem que tenha apresentado ela. Por exemplo, “data do campeonato mundial”. Esse campeonato diz respeito ao que? Qual esporte, qual ano e localidade?

Pois bem, note que ao se deparar com uma pergunta como essa, o RankBrain leva em consideração o local da busca, os costumes de busca do próprio usuário (para entender seus interesses) e outros aspectos.

RankBrain SEO

É interessante ressaltar que o que é RankBrain ainda é um conceito recente e que, principalmente no início, causou muita confusão aos usuários. O que se sabe hoje, contudo, é que ele é essencial para melhorar os resultados de uma pesquisa.

Alguns conceitos, por exemplo, dizem respeito aos tópicos relacionados, à localização da pesquisa, ao quão recente a publicação que pode apresentar a resposta é ou não condizente à busca.

Sendo assim, também pode ajudar um site a se destacar perante buscas. Por isso, abaixo separamos algumas dicas que demonstram como é possível usar esse algoritmo em seu favor e do seu marketing digital.

Uso do RankBrain em pesquisas

Conforme dissemos acima, o RankBrain ainda não é bem claro para os desenvolvedores de conteúdo. O que se sabe, então, é que ele alinha as demais regras de SEO (Search Optimization) e as demais correspondências de pesquisa.

Por exemplo, para ficar claro, o Google não deixa de analisaras correspondências de palavras-chave.

Aliás, o RankBrain trabalha justamente para encontrar termos similares e cujo conjunto corresponda ao que o usuário está procurando.

Os costumes dos usuários que visitam uma página (como tempo de navegação dentro de um site) e do próprio indivíduo que realiza a busca são levados em consideração.

Na hipótese citada no item anterior, referente aos jogos, o pesquisador irá considerar outros tipos de interesses que ele já manifestou.

Por exemplo, mesmo que ele não especifique que busca a data de um campeonato de futebol nacional, mas realiza pesquisas frequentes sobre ele, a ferramenta já terá indícios do que ele busca.

RankBrain SEO

Além disso, o que é RankBrain também não deixa de levar em conta as variantes relacionadas à localidade. Para isso, um bom exemplo foi dado pelo próprio Google ainda em 2015, ao anunciar o novo algoritmo.

Nessa oportunidade, o Google ofereceu como exemplo pesquisas relacionadas à conversão de medidas.

Por exemplo, copo e xícara geralmente correspondem às unidades de medidas. Contudo, o tamanho deles varia de acordo com o local no globo.

Assim, uma pessoa que busca uma conversão na Inglaterra pode encontrar resultados diversos de quem faz a pesquisa a partir de um país da América Latina. Além disso, é possível que a busca apresente respostas variadas para fins de conversões internacionais.

Com isso, é possível entender melhor como esse algoritmo que representa o que é o RankBrain trabalha e o que ele leva em consideração para o seu aprendizado de máquina junto à inteligência artificial.

Como usar o que é o RankBrain SEO em favor do marketing do seu site?

O objetivo de qualquer página na internet é ter acessos. Isso ocorre tanto para blogs e sites de notícias e informativos, quanto para e-commerce ou outros tipos de páginas, como institucionais.

Independentemente se a forma de lucro da página ocorrer em razão das publicidades ou da venda de produtos, a lucratividade somente se apresenta caso os usuários realmente interajam com o site.

Por isso, o que é o RankBrain, somado às ferramentas de SEO, torna-se uma ótima forma de trabalho para a empresa. Uma vez que ela depende do aprendizado de máquina para o segundo, deve trabalhar em favor dos métodos do segundo, apostando em técnicas de otimização de conteúdo.

Dicas de aplicação do RankBrain SEO na estratégia de marketing

Não deixe de reconhecer quais são as palavras-chave que se referem ao seu negócio.

Ainda, lembre-se de analisar o melhor tipo para ela, se exata, frase, ampla ou modificada, por exemplo. Uma boa estratégia é aumentar o seu número de palavras-chave, para que o Google reconheça sinônimos.

Caso você trabalhe com alimentos vegetarianos, por exemplo, é possível atrelar às palavras-chave que se relacionam ao veganismo, à ausência de consumo de carne ou ao selo cruelty free.

Dessa maneira você faz com que a ferramenta tenha maiores chances de reconhecer suas correspondências e seus esforços em favor do SEO.

4.00 avg. rating (80% score) - 1 vote

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *